PROCON SC notifica loja Zara e pede explicações sobre caso de discriminação em código de conduta da loja

PROCON SC notifica loja Zara e pede explicações sobre caso de discriminação em código de conduta da loja

As últimas notícias veiculadas na mídia trouxeram a triste realidade da discriminação racial e preconceito em uma conceituada loja de departamento, presente em todo o país, a Zara.
Após uma delegada ter denunciado ser vítima de racismo pelo gerente da loja, as investigações e depoimentos de testemunhas e ex-funcionários apontaram que supostamente existe um código de conduta compatível com este tipo de crime. Os funcionários seriam orientados a utilizar o código “Zara Zerou” para identificar pessoas que poderiam trazer  algum risco à loja, seriam elas negros e pessoas mal vestidas.
Diante destas informações, o PROCON SC notificou a loja Zara, do Villa Romana Shopping, para que no prazo de 10 dias ela informe se há ou não um código para discriminação de pessoas. E se em algum momento o “Zara Zerou” foi utilizado em algum momento e por qual motivo, além de informar se há alguma forma de discriminação entre seus clientes.

“Saber que este tipo de conduta ainda é imposta em ambientes de trabalho e, no mínimo, bizarro. E o PROCON está aqui não só para defender o direito do consumidor, mas também o direito do cidadão”, esclarece o diretor do órgão, Tiago Silva.
Em caso de descumprimento, a empresa poderá sofrer sanções administrativas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *