PROCON SC apreende fios de cobre fora dos padrões em empresa de Blumenau que poderiam trazer risco de incêndio ao consumidor

PROCON SC apreende fios de cobre fora dos padrões em empresa de Blumenau que poderiam trazer risco de incêndio ao consumidor

A não conformidade de condutores elétricos de média e baixa tensões, os famosos fios elétricos que se compra em lojas de material de construção, podem parecer um produto simples, mas tem despertado a preocupação de consumidores, que trouxeram reclamações ao PROCON SC.
Para conseguirem preços ou margens melhores, empresas desrespeitam as normas da ABNT e a regulação de conformidade do Inmetro, fraude difícil de ser percebida, mas que geram risco de superaquecimento e incêndio para as construções que os utilizam.
O PROCON SC recebeu a denúncia de que a Gasparzinho Distribuidora de Materiais Elétricos, localizada no município de Blumenau, estaria comercializando fios fora dos padrões. O órgão, então, enviou amostras do material para análise da Associação Brasileira pela Qualidade dos Fios e Cabos Elétricos – Qualifio, onde foram avaliados pelo técnico responsável Maurício Santana, que constatou a não conformidade aos padrões de fios dos fabricantes Ultraflex, Totalflex e Flexsul.
Nesta quinta-feira, 16, os fiscais do PROCON SC, junto com o diretor Tiago Silva, e em parceria com a Polícia Civil e Procon municipal de Blumenau, foram até a empresa e apreenderam todo o material.
“Material desta natureza não só lesa financeiramente o consumidor como pode colocar em risco a sua vida, já que fios inadequados para a carga podem gerar até um incêndio”, alerta Tiago.
A empresa terá 10 dias para apresentar uma justificativa. Em caso de não manifestação, poderá sofrer as sanções administrativas cabíveis pelo órgão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.